slider

I Encontro Farmale: Uma conversa sobre as Doenças Inflamatórias Intestinais com a Dra Giovana Zibetti
Keep fighting!
III Encontro Farmale: Ostomia e Doenças Inflamatórias Intestinais
I will beat IBD
Ali Jawad, paratleta do halterofilismo com doença de Crohn: Você é uma inspiração para todos nós!
II Encontro Farmale - Diagnóstico das Doenças Inflamatórias Intestinais: Investigação Endoscópica Palestrante: Dr Flavio Abby
Compartilhe conosco sua história

A Doença de Crohn é impedimento para uma vida de atleta?

A Doença de Crohn (DC) pode ser um problema para atletas? Para algumas pessoas que têm o diagnóstico para essa doença parece bem surreal praticar qualquer atividade física, em primeiro lugar devido aos principais sintomas, diarreia e dor. Essa doença tem estágios de remissão e atividade, quando em remissão, pode se sentir "curado" e quando em atividade, temos além da diarreia outros sintomas bastante desagradáveis, como cólicas e sangramento que são bastante debilitantes. Imagina praticar alguma atividade física?

O meu caso com o Crohn considero bem leve, não me recordo de dores depois que o diagnóstico foi fechado, e então iniciado o tratamento. A única característica que apresento é a diarreia, sem sangue e raramente com muco (isso quando a doença está em atividade). Já fiz alguns procedimentos por conta da doença, no meu caso estenosante, já passei por duas dilatações endoscópicas e uma cirurgia de emergência. Minha recuperação é muito boa, acreditamos, eu e os profissionais que cuidam de mim, que seja devido a prática de exercícios físicos. Sempre estive envolvida com exercícios físicos, desde adolescência, em competições escolares (basquete e handball) e mais tarde iniciei atividades encontradas em academias de ginástica, como musculação, spinning, ginástica localizada, e desde o ano passado o Ballet e aulas de flexbilidade. Ufa! Claro que não faço isso tudo em um único dia, ok? Como não sinto dores, mesmo nos períodos em que a doença está ativa, costumo manter minha rotina de exercícios, o que observo durante as crises é um aumento das caimbras e um cansaço maior, já que a diarreia é mais constante.

O que me motivou a escrever sobre esse assunto, foi conhecer a rotina de alguns atletas com a Doença de Crohn. São atletas que alcançaram a fama conquistando títulos e muitas vitórias, mas para mim, são sensacionais, pois compartilhamos da mesma doença. O blog está passando por algumas mudanças (boas!) e essa é mais uma novidade, compartilhar com vocês histórias de atletas com Crohn.

Hoje compartilho com vocês a história de Larry Nance Jr, jogador profissional de basquete norte-americano, que joga pelo Los Angeles Lakers, da National Basketball Association (NBA). Ele foi considerado um dos melhores jogadores da conferência Mountain West depois de liderar, na temporada 2014-15 o time Wyoming Cowboys. Filho do ex-jogador de basquete Larry Nance, famoso campeão de enterradas em 1984.
Larry Nance Jr tem 22 anos e foi diagnosticado aos 16 anos com a Doença de Crohn. É um grande exemplo de superação com uma doença que na infância pode causar prejuízos no crescimento, devido a desnutrição e uso de corticóides.
Agora olhem só onde Larry Nance Jr chegou: com 2,03 m de altura, médias de 16,1 pontos, 7,2 rebotes e 2,5 assistências em seu último ano como atleta estudante e em 2015 conquistou seu lugar na NBA.  Diga aí, não é inspirador? E com a carreira em ascensão, ele quer contribuir divulgando a Doença de Crohn. Ah! Ele também é inspirado por outro atleta, David Garrard, famoso jogador de futebol americano da NFL (National Football League = Liga Nacional de Futebol Americano) por 12 anos, que recebeu o diagnóstico de Crohn em 2004 e hoje mantém uma fundação em seu nome para conscientizar mais pessoas sobre a doença e angariar fundos para pesquisas.
Larry Nance Jr já demonstrou grande interesse em criar uma fundação também, em uma entrevista para o The Cauldron Sports Illustrated, ele diz que gostaria de seguir o exemplo de David Garrad. Coisa boa, não acham? Assim mais investimentos em pesquisas e quem sabe a cura! Aqui um trecho da matéria:

"Espero fazer o mesmo durante a minha carreira na NBA, e eu estou planejando criar a minha própria fundação para ajudar aqueles que sofrem dessa doença. Quando falo com outras pessoas com Crohn - pessoalmente ou em mídias sociais - a minha mensagem é sempre a mesma: nunca deixe-o detê-lo ou limitar a sua vida de alguma forma. Não há nada que você não pode conseguir por causa da doença de Crohn. Sim, você enfrentará algumas lutas, mas não deixe que essa doença controle a sua vida. Não estamos sozinhos, são muitas pessoas na mesma condição. Estamos todos passando por isso juntos e ajudando uns aos outros. Essa é uma das principais razões pelas quais eu quero compartilhar a minha história."

Aqui compartilho com vocês um dos grandes momentos de Larry Lance Jr em quadra:


Para vocês que estão notando as mudanças aqui no blog, fiquem ligados! Trarei cada vez mais novidades e notícias sobre a Doença de Crohn e também irei compartilhar, com vocês, histórias inspiradoras como a de Larry Nance Jr. Acredito que essas histórias servem para nos motivar e não deixarmos a bola cair, mantendo o foco no nosso bem estar e saúde. 

Você tem uma história inspiradora para contar? Compartilhe aqui nos comentários ou envie um e-mail para alede75souza@gmail.com e vamos conversar, vamos inspirar mais pessoas! 

Larry Nance Jr


David Garrard



Nenhum comentário: