12 de maio – Dia Mundial do Enfermeiro

Hoje, 12 de maio, comemora–se o Dia do Enfermeiro

Entenda como surgiu a comemoração da data

A comemoração do Dia do Enfermeiro surge em homenagem a Florence Nightingale, nascida em 12 de Maio 1820, na cidade de Florença, Itália. Porém, sua nacionalidade é britânica (filhas de ingleses) e foi na Inglaterra, mais precisamente em Londres que a enfermeira deu vazão à sua obra dedicada a caridade. A enfermeira entrou para a história por ser pioneira no tratamento de feridos em combate durante a Guerra da Criméia, um conflito que se estendeu entre os anos de 1853 e 1856, na península de mesmo nome, localizada no sul da Rússia e que transformou em oponentes o Império Russo e a coligação integrada pelo Reino Unido, França, Turquia e Piemonte–Sardenha, região que hoje faz parte da atual Itália.

Ficou conhecida na história pelo apelido de “A dama da lâmpada” (simbologia utilizada no material de divulgação do evento na FOC), pelo fato de servir–se deste instrumento para iluminação durante os cuidados que dispensava aos feridos, à noite. Também ficou conhecida pelos seus métodos baseados no modelo biomédico, semelhante à medicina praticada pelos médicos. Em 1859, fundou a primeira escola de Enfermagem em um hospital inglês.

Quando tomou a decisão de se tornar enfermeira, no ano de 1845, teve que enfrentar a desaprovação e o rompimento com sua família. Sua mãe foi quem mais se desagradou com sua decisão. Nessa época, o papel de enfermeira costumava ser exercido por mulheres ajudantes em hospitais ou acompanhando os exércitos.

Sistema de manutenção de registros

Enquanto esteve na Turquia Florence Nightingale coletou dados e organizou um sistema de manutenção de registros que utilizou como ferramenta para melhorar as condições dos hospitais civis e militares. Seu conhecimento matemático foi útil para se valer das informações coletadas para o cálculo das taxas de mortalidade nos hospitais. Estes cálculos mostravam que uma melhoria nas condições sanitárias resultaria num decréscimo no número de mortes. Já em fevereiro de 1855 as taxas de mortalidade caíram de 60% pra 42,7%.

No retorno a Londres, em agosto de 1856, quatro meses após a assinatura do tratado de paz, Florence descobriu que os soldados durante os tempos de paz, com idades variando de 20 a 35 anos, tinham uma taxa de mortalidade que era o dobro da dos civis. Utilizando, estas estatísticas, ela mostrou a necessidade de uma reforma nas condições sanitárias de todos os hospitais militares.

O Brasil também tem a sua pioneira – Anna Nery

O Brasil também tem a sua Florence Nightingale, conhecida como Anna Justina Ferreira Nery, nascida a 13 de dezembro de 1814 em Cachoeira, na Bahia, é tida como a pioneira brasileira da enfermagem, e assim como F. Nightingale, também entrou para a história por ser a pioneira no tratamento de feridos em combate, mas neste caso a Guerra do Paraguai, considerado o maior conflito armado internacional ocorrido na América do Sul.

Ana foi casada com o capitão–de–fragata Isidoro Antônio Nery (morto em 1843). Quando o conflito armado teve início em dezembro de 1864, Ana solicitou autorização ao então presidente da província da Bahia, o conselheiro Manuel Pinho de Sousa Dantas, para acompanhar os filhos e o irmão o major Maurício Ferreira, com a intenção de prestar serviços nos hospitais do Rio Grande do Sul. Deferido o pedido, foi incorporada ao décimo batalhão de voluntários, como enfermeira em agosto de 1865. Durante todo o período do conflito, prestou serviços ininterruptamente em diversos e viu um de seus filhos ser morto em batalha.

Após o termino da guerra, regressa à sua cidade natal, onde é recebida como heroina e muitas homenagens, entre elas, o governo imperial lhe confere a Medalha Geral de Campanha e a Medalha Humanitária de primeira classe, uma das maiores honrrarias nacionais. Ana Faleceu no Rio de Janeiro aos 66 anos de idade. Mesmo a pós a sua morte passoua a receber varios reconhecimentos entre eles Getúlio Vargas, no ano de 1938, assinou o Decreto n.º 2.956, que instituía o “Dia do Enfermeiro”, a ser celebrado a 12 de maio, e instituindo que nessa data também se deveriam ser prestadas homenagens especiais à memória de Anna Nery.

Fonte: Oswaldo Cruz

Visite aqui a página no Facebook e o Instagram Farmale!
Não esqueça de curtir a página para saber de todas as atualizações do blog!
Compartilhe essa informação com alguém que possa estar precisando dela!
O Farmale é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

 

Siga nas redes sociais: