Superalimentos que regulam o intestino e melhoram o metabolismo para o verão

Kefir, kombucha, leite vegetal, linhaça e maca peruana estão na lista dos alimentos

O verão está chegando e muitas pessoas começam a se preparar para apresentar uma boa forma na estação mais quente do ano. E mesmo aquelas pessoas que são adeptas a atividades físicas, estão suscetíveis ao desconforto intestinal e podem apresentar dificuldade para evacuar, que está relacionado com uma série de fatores, principalmente alimentares.

Conhecer os superalimentos que regulam o intestino e melhoram o metabolismo para o verão é uma dica da nutricionista Laila Cavatti, que garante os benefícios dos alimentos e consequentemente a melhora do organismo.

Kefir: é uma bebida fermentada por uma grande população de leveduras e bactérias benéficas, que apresenta sabor levemente azedo e refrescante, semelhante ao iogurte. O principal benefício é ajudar na restauração da microbiota intestinal, podendo ser benéfico nos casos de alergias alimentares, ajudar na destoxificação do organismo e auxiliar na perda de peso.

Kombucha: é uma bebida probiótica feita a partir da fermentação de chá preto ou chá verde com açúcar. Apresenta propriedades muito benéficas para a microbiota intestinal, é rico em antioxidantes e fortalece o sistema imunológico, desintoxica o organismo, é bom para a síndrome do intestino irritável, doença de Crohn, inflamação intestinal e infecção urinária.

“Como o açúcar é utilizado apenas como “alimento” para as bactérias, ele acaba não tendo grande impacto na glicemia. De qualquer maneira, não é legal exagerar, especialmente se você tem diabetes ou resistência insulínica. O ideal é tomar de 100 mL a 300 mL por dia, durante todo o dia”, explicou a nutricionista Laila Cavatti.

Leite Vegetal: para veganos, intolerantes ou alérgicos aos leites animais, os leites vegetais são grandes aliados para o consumo ou em receitas. Quem tem intolerância ou alergia à lactose, ou ainda outro elemento presente nos leites animais, também pode substituir leites animais pelos vegetais em suas refeições. Uma alternativa aos leites vegetais industrializados é fazê-los em casa. O processo para obter leite de diferentes tipos de grãos e cereais é: deixar o grão ou cereal de molho durante algumas horas, bater com água e coar.

Linhaça: rica em fibras, promove a produção de ácidos graxos de cadeia curta, incentivando a proliferação de bifidobactérias no intestino e auxiliando no controle de índice glicêmico e insulinêmico em portadores de diabetes. Possui ação anti-inflamatória por conter ácido alfa-linoleico, auxiliando em quadros de obesidade, hiperglicemia e doenças autoimunes. Contém ligninas, substância relacionada à prevenção de câncer de mama.

Maca Peruana: Nativa das cordilheiras, a raiz de Maca é considerada um superalimento dos Andes. É capaz de fortalecer as glândulas e nutrir o corpo, estimulando a produção de hormônios. Reconhecida mundialmente por aumentar a resistência e melhorar o desempenho generalizado do organismo, é ideal para praticantes de atividade física, para senhoras em fase de transição hormonal ou para quem quer um estímulo afrodisíaco natural.

A nutricionista, Laila Cavatti ainda faz um alerta para quem decidiu começar agora o “projeto verão”. “Com a chegada do verão, é muito comum as pessoas se preocuparem com o emagrecimento. Essa é uma tendência até por termos um litoral tão extenso. No entanto, é importante se dedicar a uma alimentação saudável durante todo o ano. Além de garantir um corpo mais em dia nessa época, o mais importante: obter uma vida mais saudável sempre”.

Fonte: Folha Vitória

Visite aqui a página no Facebook, o Instagram Farmale e o Canal Farmale! Não esqueça de curtir a página para saber de todas as atualizações do blog!
Compartilhe essa informação com alguém que possa estar precisando dela!
O Farmale é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento.
O Farmale é o blog oficial da ALEMDII – Associação do Leste Mineiro de Doenças Inflamatórias Intestinais
Siga nas redes sociais: