FPS Promove VII Campanha de Incentivo ao uso Racional de Medicamentos

A população brasileira de idosos cresceu 18,8% entre os anos de 2012 e 2017. As pessoas com mais de 60 anos já são 30,2 milhões, segundo os últimos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Esse envelhecimento da população é um dos motes da 7ª Campanha de Incentivo ao Uso Racional de Medicamentos que, neste ano, acontece na próxima sexta, dia 4 de maio, na Praça da Santa no IMIP, das 7h às 15h.

A ação é promovida pela Faculdade Pernambucana de Saúde (FPS) junto com o Departamento de Assistência Farmacêutica (DAF) do IMIP e, além de lembrar o Dia Nacional do Uso Racional de Medicamentos, comemorado em 05 de maio, busca alertar para os perigos da automedicação. Na ação, os estudantes e tutores do curso de Farmácia da FPS e os residentes e farmacêuticos do DAF-IMIP atendem a população com serviços como exame que medem taxa de glicemia, aferição de pressão e IMC, além de orientação farmacêutica para o uso correto dos medicamentos e descarte apropriado, inclusive de medicamentos vencidos, além de explicações sobre hipertensão e diabetes, doenças de alta prevalência na população.

“Atividades educativas como essa visam aproximar o farmacêutico do público. Os benefícios serão muitos para o paciente, como adesão ao tratamento e redução do número de medicamentos e doses e a consequente economia financeira para a família e para os serviços de saúde pública”, explica Flávia Morais, coordenadora do curso de Farmácia da FPS. Flavia explica ainda que faz parte da rotina do paciente idoso utilizar muitos medicamentos, mas é preciso buscar uma melhor administração dessas medicações e, assim, minimizar os eventos adversos.

Fonte: Surgiu

Visite aqui a página no Facebook e o Instagram Farmale!
Não esqueça de curtir a página para saber de todas as atualizações do blog!
Compartilhe essa informação com alguém que possa estar precisando dela!
O Farmale é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui