No próximo dia 7 de abril, comemora-se o Dia Mundial da Saúde. A campanha, organizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), tem o objetivo de conscientizar a população a partir da discussão de um tema específico que representa uma prioridade na agenda internacional. O tema deste ano é:

“Saúde universal: Para todos, em todos os lugares”

O tema resume o objetivo da OMS ao longo de seus 70 anos de existência. Este tema abrange uma questão delicada: fazer com que todos não só tenham direito à saúde, mas que a população possa ter os cuidados necessários quando precisar, onde quer que esteja.

No Brasil, a maior proximidade da população com a saúde é o Sistema Único de Saúde, o SUS

O SUS tem como base, assim como o tema do Dia Mundial da Saúde, a saúde para todos. O papel do farmacêutico é importantíssimo entre ações técnico-gerenciais e ações técnico-assistenciais no âmbito da atenção primária à saúde.

As ações técnico-gerenciais dão suporte ao processo gerencial da assistência farmacêutica (AF), voltado principalmente para a logística do medicamento. Também dão suporte à prescrição e dispensação – momento que o farmacêutico cria um vínculo com o paciente, orientando sobre o uso correto do medicamento, os cuidados com a prescrição e a importância da adesão ao tratamento.

As ações técnico-assistenciais visam o cuidado ao usuário, considerando o uso do medicamento, contribuindo para efetividade do tratamento, seja no âmbito individual ou coletivo, por meio de ações voltadas ao paciente e não ao medicamento.

A participação do farmacêutico no SUS inclui também a  seleção do medicamento, a padronização dos medicamentos assistenciais que possam atender a população de cada cidade, a s e l e ç ã o do distribuidor, a garantia de que o medicamento chegue até a farmácia e que este medicamento esteja disponível por todo a ano, indo da parte administrativa à assistencial.

O farmacêutico é o profissional mais próximo da população

Sua atuação na dispensação e atenção ao paciente visa a adesão ao tratamento e o consumo racional do medicamento prescrito. Atuando em programas de educação em saúde, o farmacêutico garante que a população seja orientada em relação às doenças crônicas, como hipertensão e diabetes, conscientizando a população da importância do uso correto dos medicamentos e do acesso à saúde.

Se o assunto é medicamento, procure um farmacêutico!

Fonte: SEGS

Visite aqui a página no Facebook e o Instagram Farmale!
Não esqueça de curtir a página para saber de todas as atualizações do blog!
Compartilhe essa informação com alguém que possa estar precisando dela!
O Farmale é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui