Aceitação: assumir verdadeiramente a doença para conviver melhor com ela.
“Contei às pessoas que conviviam comigo sobre a doença, mas, observando melhor, não havia ainda assumido a doença de Crohn como uma doença que faria parte da minha vida para sempre. Mesmo que ela estivesse em remissão, heveria sempre a necessidade de controle para que não entrasse em atividade. E sabia também que, quanto mais rapidamente eu a assumisse verdadeiramente, mais rapidamente conviveria melhor com ela.” Registros de uma Crohnista

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui