Período das confraternizações de fim de ano, das apresentações infantis, os pais e mães vão ao delírio e as crianças se apresentam com fantasias, assessórios e muita maquiagem! Daí a pergunta: qual a idade e os momentos em que são permitidas as maquiagens e usos de cosméticos em geral em crianças? Os pais estão atentos aos danos que podem ser causados à pele das crianças?
O Brasil é um dos maiores mercados mundiais de cosméticos infantis. A utilização de produtos de higiene pessoal, como xampus, condicionadores e sabonetes infantis, e de produtos de beleza já se incorporou ao dia-a-dia de meninos e meninas.
De acordo com a Euromonitor Internacional, o Brasil é o terceiro país no ranking de consumo de produtos em higiene oral, produtos infantis e para cabelos. A Associação Brasileira das Indústrias de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (#Abihpec) coloca o Brasil como um dos principais mercados do planeta, atrás somente dos Estados Unidos, China e Japão. 

A euforia dos pais e mães no consumo de cosméticos infantis saltou aos olhos das grandes empresas que oferecem hoje milhares de produtos. São duas as principais discussões neste ponto. O prejuízo físico à saúde das crianças, com a utilização de produtos inapropriados, causando lesões à pele, aumentando o número de alergias precoces e a aceleração do envelhecimento. E o aspecto psíquico e sexual, que não serão a vertente principal deste artigo.
Veja algumas dicas: a) quando o assunto for maquiagem infantil, um requisito essencial para a maquiagem infantil é ter baixo poder de fixação e ser facilmente removida da pele com água; b) Crianças até os três anos tem cabelos muito finos, podendo ser evitado o uso de xampus até esta idade (utilize apenas sabonete líquido), e após esta idade, procure xampu infantil; c) Esmaltes permitidos para crianças são aqueles à base de água e que saem sem necessidade do uso de acetona ou removedor.
Fonte: www.rdnews.com.br/sandra-alves/maquiagens-em-criancas/93159

#ANVISA publicou uma cartilha com informações relevantes sobre o tema dos cosméticos infantis. O objetivo é chamar a atenção para os danos que o uso de alguns produtos causa na tenra idade. Da leitura da cartilha é possível extrair informações sobre maquiagens infantis; sabonetes, xampus e condicionadores; protetores solares; esmaltes infantis; batons e brilhos labiais; entre outras.
LINK PARA LER A CARTILHA: https://goo.gl/CikvN3
É natural o instinto de repetição nas crianças ao observar seus pais e mães com cosméticos, maquiagens e perfumes. Entretanto é muito importante observar que o uso dos produtos para adultos deve ser evitado em crianças.
As mulheres brasileiras incidem do erro de não retirar a maquiagem utilizada antes de dormir. Segundo especialistas em dermatologia esta conduta é responsável por alto índice de danos à pele.
Assim, após curtir os espetáculos e apresentações dos pequenos e pequenas, é importante acompanha-los na retirada desses produtos, ainda que, e muito provável, que já estejam adormecidos.
O comércio de produtos de beleza e cuidados pessoais já comemora o reaquecimento da economia para 2017. Então, esteja preparado para ser alvo de inovações e produtos das mais diversas linhas, mas se atente para que os produtos das crianças obedeçam às exigências da ANVISA. As crianças devem utilizar apenas produtos infantis, pois são elaborados de forma a manter as características da pele da criança.
Siga nas redes sociais:
error

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui