O sucesso do tratamento começa com um diagnóstico preciso

O diagnóstico deve envolver o histórico do paciente e a execução de exames para identificar o tipo de DII.

O médico examinará seu histórico, realizará exame físico e  também poderá solicitar vários exames para fazer o diagnóstico da DII e ajudar a identificar se é doença de Crohn, retocolite ulcerativa ou retocolite indeterminada. Esses exames se enquadram em várias categorias. Alguns são invasivos – realizados dentro do corpo – enquanto outros não são invasivos e requerem acesso a amostras de sangue, amostras de fezes ou imagens radiográficas do local da doença suspeita.

Embora os exames possam parecer intimidantes no início, todos são bem tolerados pela maioria dos pacientes. As crianças precisarão de apoio extra e acompanhamento, mas, lembre-se de que pediatras realizam rotineiramente esses exames e podem aconselhar sobre como facilitar o processo para o seu filho.

Fonte: ABCD

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui