Como prevenir erros de medicação associados a polifarmácia?

O uso concomitante de quatro ou mais medicamentos é conhecido como polifarmácia, conforme definição da Organização Mundial de Saúde (OMS). A polifarmácia é uma condição cada vez mais comum, especialmente com o aumento da expectativa de vida e prevalência de doenças crônicas. Ela aumenta o risco de reações adversas, interações medicamentosas com impacto clínico para o paciente e também dificulta a adesão ao tratamento. Além disso, o uso de um maior número de medicamentos aumenta o risco de acontecer erros de medicação.

Devido ao potencial de causar danos ao paciente, a polifarmácia está entre as áreas prioritárias de ação do 3º Desafio Global de Segurança do Paciente da OMS, que tem como foco o uso seguro de medicamentos. O objetivo é desenvolver ações para garantir a prescrição adequada dos medicamentos, de modo que os benefícios do tratamento sempre superem os riscos.

O paciente e seus familiares tem papel fundamental na prevenção de erros de medicação associados a polifarmácia. Uma vez informados sobre os medicamentos que estão utilizando, eles podem contribuir para maior qualidade e segurança da farmacoterapia.

No infográfico a seguir, estão algumas recomendações para que os pacientes e seus familiares possam auxiliar no uso seguro de medicamentos nos casos de polifarmácia.

Fonte: ISMP

Visite aqui a página no Facebook, o Instagram Farmale e o Canal Farmale! Não esqueça de curtir a página para saber de todas as atualizações do blog!
Compartilhe essa informação com alguém que possa estar precisando dela!
O Farmale é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento.
O Farmale é o blog oficial da ALEMDII – Associação do Leste Mineiro de Doenças Inflamatórias Intestinais
Siga nas redes sociais:
error

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui