O diagnóstico da doença de Crohn resulta da análise de dados clínicos (anamnese, exames físico e proctológico completos), estudos endoscópicos, radiológicos, laboratoriais e histológicos, sendo os estudos por imagem seccional, como a tomografia computadorizada (TC) e a ressonância magnética (RM), cada vez mais utilizados.

Os métodos seccionais de imagem vêm ganhando cada vez mais espaço, tornando-se fundamentais no diagnóstico e seguimento dos pacientes com doença de Crohn, embora sejam limitados em estágios iniciais da doença, quando as lesões são ainda sutis e restritas à mucosa.

Estudos contrastados baritados (por exemplo, o trânsito intestinal e o enema opaco), tradicionalmente utilizados no diagnóstico e manejo dos pacientes com doença de Crohn, perderam espaço para os métodos seccionais.

Esses métodos têm demonstrado utilidade na avaliação da atividade inflamatória da doença, desde que se utilizem protocolos específicos de aquisição de imagens denominados enterografia por TC (entero-TC) e enterografia por RM (entero-RM).

Sabe-se que a doença de Crohn é uma doença marcada por períodos de remissões e recidivas, sendo importante monitorar a intensidade da inflamação para avaliar a eficácia do tratamento, descartar complicações e prevenir a progressão.

O estudo endoscópico tem sido considerado como método padrão ouro para a avaliação da atividade inflamatória, no entanto, é limitado principalmente por não permitir, rotineiramente, a avaliação de todo o intestino delgado e o diagnóstico de algumas das principais complicações da doença, obstáculos estes superados pelos métodos de imagem seccionais.

Fonte: Cantarelli, Bruno Cunha Fialho, Oliveira, Rafael Santiago de, Alves, Aldo Maurici Araújo, Ribeiro, Bruno Jucá, Velloni, Fernanda, & D’Ippolito, Giuseppe. (2020). Avaliação da atividade inflamatória da doença de Crohn por métodos seccionais de imagem. Radiologia Brasileira53(1), 38-46. Epub December 09, 2019.https://doi.org/10.1590/0100-3984.2018.0096

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui