Informação importante compartilhada pela ABESO (Associação Brasileira Para o Estudo da Obesidade). Algumas coisas aí citadas que contribuem para o risco da obesidade não deveriam nunca oferecer à uma criança, não acrescentam em nada! Comer Fast-food não deveria NUNCA ser oferecido para crianças!  

“A secretaria de saúde de uma cidade do Colorado. EUA, fez um alerta dos fatores de risco que podem estar contribuindo para o aumento da epidemia de obesidade infantil. Um dos primeiros fatores seria a obesidade ou sobrepeso da mãe durante a gestação, que leva à criança a ter uma predisposição para obesidade. Outros fatores seriam associados a hábitos introduzidos antes dos dois anos de idade que também contribuem para o aumento do risco para a obesidade, incluindo: 

– introdução de alimentos sólidos antes dos quatro meses de idade;

– beber muito suco açucarado, que pode ter tanto açúcar quanto refrigerantes adoçados com açúcar;

– comer fast-food mais do que uma vez por semana;

– assistir muita TV, ou ficar muito exposto à tecnologia (celulares, jogos, tablets);

– não dormir o suficiente.

Para ajudar a definir uma trajetória saudável para as crianças no início da vida, o órgão sugere: 

– amamentar exclusivamente por pelo menos seis meses;

– eliminar ou controlar o consumo de bebidas açucaradas.

– reduzir o tempo em frente à TV, computador e tablet há menos de duas horas por dia para crianças menores de dois anos;

– não permitir TVs no quarto das crianças;

– incentivar a criança a participar de atividade física diária.”


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui