Especialista do Hospital 9 de Julho explica que as lesões anorretais mais comuns são doenças hemorroidárias, fissura e fístula e comenta as diferentes causas

Dificuldade para ir ao banheiro, dores na hora da evacuação e sangramentos. Segundo o Dr. Carlos Sobrado, coloproctologista do Centro de Gastroenterologia do Hospital 9 de Julho, esses sintomas podem caracterizar doenças como fissuras, hemorróidas e fístulas. “O ânus é extremamente vascularizado e, por isso, mais sensível a incômodos como um vaso inchado (hemorroida), por exemplo. Esse tipo de problema pode impactar grandemente a rotina dos pacientes e precisa ser tratado”.

O especialista explica que as lesões anorretais são um tabu na sociedade, o que atrapalha o diagnóstico rápido.

“O tratamento das lesões depende do estágio da doença. Alguns casos podem ter indicação para medicação local com pomadas, mas outros precisam ser cirúrgicos. Por isso, é importante procurar um médico no início dos sintomas”.

Para diferenciar cada lesão e entender suas causas, o Dr. Sobrado listou quais são as principais doenças anorretais. Confira!

Fissura anal: É uma ferida pequena (úlcera), comum em pessoas com prisão de ventre e má alimentação com pouca ingestão de água, o que dificulta a evacuação. “As fezes desses pacientes saem duras, secas e volumosas e costumam provocar machucados ao redor do ânus” explica o Dr. Sobrado, que reforça que as feridas também podem aparecer após episódios de forte diarreia, por conta de fezes ácidas. A fissura anal costuma ser aguda com cicatrização após 2 a 4 semanas de tratamento. Mas também pode ser causada pela doença de Crohn, retocolite ulcerativa, câncer de ânus ou mesmo pela herpes.

Doença hemorroidária: Ocorre quando os vasos no ânus (hemorroida) se dilatam e inflamam causando incômodos e sangramentos. A inflamação pode ficar exposta durante a evacuação (prolapso). O Dr. Sobrado explica que aproximadamente 30% da população acima de 40 anos têm inflamação hemorroidária. “É uma doença comum e alguns casos precisam de cirurgia para a retirada das veias comprometidas (hemorroidectomia)” esclarece o médico. Atualmente, já é possível realizar este procedimento de forma minimamente invasiva, com a Desarterialização Hemorroidária. Por meio dele, é possível diminuir o tempo de recuperação do paciente e evitar que a doença volte.

Abscesso anal: É uma lesão caracterizada por nódulo anal doloroso, com secreção (pus). A causa mais comum é a inflamação e infecção de glândulas que ficam dentro do ânus, o que acontece em aproximadamente 90% dos casos. “Os 10% restantes podem ser câncer, doença inflamatória intestinal, traumas ou tuberculose” esclarece o especialista. O sintoma principal é a dor na região anal provocada por um nódulo que pode causar febre e mal-estar. “Alguns pacientes podem sentir dificuldade para urinar e sangue misturado com as fezes”.

Fístula anal: A principal queixa do paciente com essa lesão é a secreção (pus) no ânus. A fístula costuma aparecer depois da drenagem de um abscesso. É comum ficarem fechadas por alguns meses e apresentarem recorrência para drenagem do pus e dor local. “Em pacientes com suspeita de outras afecções como câncer e doença de Crohn, a colonoscopia é o exame mais indicado para diagnóstico”. Importante ressaltar que as fístulas complexas, já operadas previamente, devem ser sempre tratadas por cirurgiões especialistas, experientes e familiarizados com a doença, uma vez que não são raros os casos de recidiva e incontinência fecal, se não forem adequadamente conduzidas.

Para evitar lesões anorretais o Dr. Sobrado indica investir em hábitos saudáveis, rotina de exercícios físicos e alimentação equilibrada, rica em alimentos com fibras, beber bastante líquido e evitar o excesso de bebidas alcoólicas.

Fonte: SEGS

VISITE AQUI A PÁGINA NO FACEBOOK, O INSTAGRAM FARMALE E O CANAL FARMALE! NÃO ESQUEÇA DE CURTIR A PÁGINA PARA SABER DE TODAS AS ATUALIZAÇÕES DO BLOG! COMPARTILHE ESSA INFORMAÇÃO COM ALGUÉM QUE POSSA ESTAR PRECISANDO DELA! O FARMALE É UM ESPAÇO INFORMATIVO, DE DIVULGAÇÃO E EDUCAÇÃO SOBRE TEMAS RELACIONADOS COM SAÚDE, NUTRIÇÃO E BEM-ESTAR, NÃO DEVENDO SER UTILIZADO COMO SUBSTITUTO AO DIAGNÓSTICO MÉDICO OU TRATAMENTO. O FARMALE É O BLOG OFICIAL DA ALEMDII – ASSOCIAÇÃO DO LESTE MINEIRO DE DOENÇAS INFLAMATÓRIAS INTESTINAIS

Siga nas redes sociais:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui