Olá gente! Sou do Rio de janeiro, sou católico, tenho 32 anos e trabalho na área de logística. 
 
Minha vida inteira com dor abdominal e diarreia, muitas internações. Em 2012 fezes com sangue e uma fístula anal. Retirei a vesícula em 2012. 2013 retirei a fístula anal.  É uma cirurgia simples, porém, de uma recuperação muito lenta e dolorosa. Em 2015 fiz a primeira colonoscopia e tirei um pólipo de 2cm, depois a enterectomia , retirei 20cm do delgado por uma obstrução total. Foi nesse momento que descobri o Crohn. Eu pesava uns 45 a 50kg. Era bem magrelo e agora estou com 68kg, um magro normal e bem de saúde. Minha maior dificuldade era me adaptar com a alimentação e o meu emocional. Eu reajo muito com o emocional. Se eu me estressar o intestino logo avisa que vou precisar de um banheiro. Eu sofro muito com essa questão de banheiro, na praia eu prefiro ficar perto do posto, justamente para chegar rápido no banheiro. Hoje depois do infliximabe e azatioprina melhorou muito essa questão de diarreia, mas eu ainda passo por umas situações constrangedoras. Eu me sinto bem na maior parte do tempo, por isso eu acredito que não podemos perder a fé em nós e no tratamento. A parte ruim é que as pessoas acham que é frescura sua, a parte boa é que o tratamento tanto medicamentos quanto psicológico está dando certo, e isso é o que importa.
Estou aqui para aprender mais sobre minha doença, compartilhar meus momentos bons e ruins e também fazer amizades. Que Deus nos ajude a passar com tranquilidade por essa luta diária. Amém!
 
Meu nome é Leandro Pereira, mas podem me chamar de Lê, tenho 32 anos, moro no Rio de Janeiro/RJ, sou Assistente Administrativo, tenho Doença de Crohn. Meu perfil no Instagram: leandropereira7779
 
 
Conte sua história também! Expressar-se tranquiliza a dor.
Compartilhe a sua história aqui.  Para ler os depoimentos clique aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui