A Obstrução intestinal é a complicação mais comum da Doença de Crohn

A obstrução pode surgir de um inchaço (edema, inflamação) ou devido à formação de tecido cicatrizado. Como resultado, a parede intestinal fica mais espessa e a passagem mais estreita. Essas áreas estreitas são chamadas de “estenoses”.

As estenoses podem ser moderadas ou graves dependendo do diâmetro de estreitamento do intestino, impedindo a passagem do conteúdo intestinal. Entre os sintomas da obstrução intestinal estão: dor abdominal, frequentemente associada ao vômito e inchaço do abdômen (distensão abdominal). A medicação pode aliviar a obstrução, reduzindo a área de inflamação. Se a obstrução for grave e não responder à medicação, a cirurgia será necessária. A cirurgia também é recomendada quando a obstrução ocorrer com frequência.

Possíveis sintomas

Os sintomas mais comuns de uma obstrução intestinal são a parada de eliminação de fezes e gases. No entanto, caso a obstrução seja parcial, é possível que ainda haja eliminação de gases. Outros sintomas comuns incluem:

  • Inchaço exagerado da barriga;
  • Dor abdominal em cólica e intensa;
  • Diminuição do apetite;
  • Náuseas e vômitos.

A intensidade dos sintomas varia de acordo com a causa e a gravidade da doença que provoca a obstrução. Além disso, os sintomas apresentados também podem variar de acordo com o local afetado:

Vômitos e náuseas são mais comuns na obstrução do intestino delgado, enquanto o excesso de gases e a prisão de ventre são mais frequentes na obstrução do intestino grosso, por exemplo.

Como confirmar o diagnóstico

Normalmente, para identificar o problema, o médico começa por avaliar os sintomas e fazer palpação da barriga com as mãos, para tentar identificar alguma alteração. Pode ainda utilizar o estetoscópio para escutar se existem barulhos na barriga que indiquem se o intestino está funcionando corretamente ou não.

Quando existe suspeita da obstrução intestinal, é preciso fazer pelo menos um exame de diagnóstico, como radiografia ou tomografia computadorizada, para confirmar o diagnóstico e observar em que local do intestino está localizada.

Quais os possíveis riscos e complicações

O tratamento da obstrução intestinal deve ser iniciado o mais rápido possível para evitar possíveis complicações como:

  • Desidratação;
  • Perfuração do intestino;
  • Infecção generalizada;
  • Morte de uma parte do intestino.

Todas estas complicações podem colocar a vida em risco, pois contribuem para a inflamação, infecção generalizada e falha de vários órgãos. Assim, sempre que existir suspeita de que o intestino não está funcionando corretamente deve-se procurar atendimento médico para identificar se existe algum problema que precise ser tratado.

Fontes:

GEDIIB

Tua Saúde

Visite aqui a página no Facebook, o Instagram Farmale e o Canal Farmale! Não esqueça de curtir a página para saber de todas as atualizações do blog!
Compartilhe essa informação com alguém que possa estar precisando dela!
O Farmale é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento.
O Farmale é o blog oficial da ALEMDII – Associação do Leste Mineiro de Doenças Inflamatórias Intestinais
Siga nas redes sociais:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui