Farmacêuticas das Unidades Básicas de Saúde orientam sobre uso racional de medicamentos

Você ainda acha que é melhor tomar comprimidos com leite, para “proteger o estômago”? Descarta medicamentos vencidos na pia ou lixo comum? Acha que não há problema em se automedicar? Para combater estes e outros conceitos incorretos sobre uso de medicamentos, integrantes das equipes de farmácia das Unidades Básicas de Saúde (UBS) estiveram na sexta (14/6) no Poupatempo Jundiaí, orientando a população e tirando dúvidas. De acordo com a coordenadora da Assistência Farmacêutica da Unidade de Gestão da Promoção da Saúde (UGPS), Ana Cláudia Jordão Rodrigues, esse trabalho já é realizado nas UBS, mas é importante disseminar informação.

“Nessa época do ano, por exemplo, muita gente tem problemas respiratórios e resolve se automedicar, comprando um xarope contra tosse e um expectorante: um inibe a tosse e o outro facilita a expectoração, então um anula o outro”, exemplifica.

Solange Rocha da Costa Lopes esteve no Poupatempo para renovar a CNH e aproveitou para tirar dúvidas sobre medicamentos. Ela ficou espantada ao saber que remédios devem ser tomados com água, e não com leite. “Faz 50 anos que faço isso, e hoje descobri que o leite não ‘protege’ o estômago, e ainda pode prejudicar o efeito”, disse. De fato, o cálcio presente no leite pode reagir com os compostos do medicamento e promover a perda do seu efeito terapêutico, segundo Ana Cláudia.

Outra orientação foi sobre o descarte correto dos medicamentos, que devem ser entregues em farmácias ou nas UBS. Descartá-los no lixo comum, pia ou vaso sanitário faz com que as substâncias químicas cheguem aos rios e córregos, podendo contaminar a água que bebemos. “Hoje também aprendi como descartar medicamentos vencidos corretamente”, contou Solange.

Orientação
A rede de Atenção Básica das UBS distribui gratuitamente, por mês, cerca de um milhão de medicamentos, entre comprimidos, ampolas e frascos. Para que esses remédios sejam consumidos de forma adequada, os farmacêuticos das UBS orientam os pacientes em grupos – como os portadores de diabetes ou hipertensão – e também individualmente. “Segundo a Organização Mundial de Saúde, a intoxicação por medicamentos é um dos principais motivos que levam pessoas ao hospital”, reforça Ana Claudia. “O uso incorreto da medicação pode ser o fator que está prejudicando o paciente na obtenção dos resultados desejados”.

Fonte: Jornal de Jundiaí

Siga nas redes sociais:
error

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui