Não há uma dieta ou plano alimentar único que beneficie a todos que sofrem de Retocolite Ulcerativa

As recomendações dietéticas devem ser formuladas especificamente para você, dependendo da parte do intestino afetada e dos seus sintomas. A retocolite ulcerativa varia de pessoa a pessoa e há mudanças na mesma pessoa com o passar do tempo. O que foi bom para o seu amigo com RCU não necessariamente será para você. O que funcionou para você no ano passado pode não funcionar agora. Em alguns momentos talvez seja vantajoso modificar a sua dieta, particularmente
durante uma crise. O seu médico poderá recomendar algumas dietas para diferentes momentos, incluindo:

  • Dieta baixa em sódio: usada durante terapia com corticosteroides para reduzir a retenção de líquido.
  • Dieta baixa em fibra: usada para evitar o estímulo ao movimento intestinal na retocolite ulcerativa.
  • Dieta baixa em gorduras: tipicamente recomendada durante uma crise quando a absorção pode ser um problema.
  • Dieta isenta de produtos lácteos: para quem tem intolerância a lactose.
  • Dieta alta em calorias: para os que sofrem de perda de peso ou um atraso no crescimento.

Fonte: Viver com a retocolite ulcerativa  – ABCD

Visite aqui a página no Facebook e o Instagram Farmale!
Não esqueça de curtir a página para saber de todas as atualizações do blog!
Compartilhe essa informação com alguém que possa estar precisando dela!
O Farmale é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui