“A intimação do Procon Carioca se soma à decisão inédita do Conselho Nacional de Autorregulação Publicitária (Conar), que pela primeira vez em 37 anos decidiu julgar se histórias criadas pelas empresas para contarem a origem de seus produtos infringem o código que regula a publicidade no Brasil. No último dia 3, o Conar notificou a Do Bem e a fabricante de sorvete Diletto.

A secretária municipal de Defesa do Consumidor, Solange Amaral, classifica como grave o caso da Do Bem, por ter criado intencionalmente uma narrativa fantasiosa voltada para o público infantil e induzir o consumo. No meio publicitário, essa técnica é conhecida como storytelling.”
Leia mais sobre esse assunto em:

http://oglobo.globo.com/economia/defesa-do-consumidor/procon-carioca-notifica-fabricante-de-suco-14669433#ixzz3KSM61JLR

© 1996 – 2014. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. 
 
“De acordo com uma matéria da Exame, o amplamente explorado vovô Vittorio Scabin, que fabricava sorvetes na Itália durante a Segunda Guerra Mundial nunca existiu. E na verdade o nome e até mesmo a imagem do senhor veiculadas pela empresa são peças publicitárias. 
 
“Um post no BuzzFeed foi capaz de balançar os 30 anos de credibilidade tão elogiados da linda da Fátima Bernardes. Isso porque, segundo o post, Cesare Giaccone, o tal especialista em lasanhas não vende o prato em nenhum de seus restaurantes. E não há sequer relatos de que ele um dia tenha vendido.” http://geekpublicitario.com.br/especial/gelato-diletto-sucos-bem-e-lasanha-seara-o-storytelling-esta-em-xeque/
A Do Bem resolveu se justificar colocando uma foto, no Facebook, de uma nota fiscal com o nome do Francisco, mas muitas pessoas caíram de pau no post! Fizeram piadas! E eles começaram a apagar tudo que não lhes agradava, mas se resolveu colocar a cara a tapa, se justificar, então aguentem os comentários. Erraram e ponto final, sim eu acho um erro essa tal de storytelling. Sim, continuo achando que são sucos com qualidade, pois não usam conservantes, aditivos químicos, são sucos integrais e na maioria sem açúcar. Ah! Não são orgânicos, e por isso até acho que o preço poderia ser mais em conta. Não, eu não sou consumidora assídua deles, aqui em casa por exemplo nunca teve uma caixa de suco deles, pois sempre faço da fruta. Não, nada contra a marca, acho bacana empresas que tentam oferecer algo melhor, pois cada dia os produtos estão cada vez mais artificias. E sei lá… isso está me cheirando jogada da concorrência, jogo sujo mesmo. Sei lá! E quando estou na rua esses sucos Do Bem continuam sendo uma boa opção em relação aos néctares açucarados e artificiais por aí.
Agora, acho que foi uma grande bobagem colocarem essa nota fiscal do tal Francisco. Como disse muito bem Matheus Ferreira do http://geekpublicitario.com.br/  “O que pra mim não agrega %$#@ nenhuma uma laranja vir do interior de SP ou de Marte, mas pra esse povo adora fazer papel de besta com essa onda do ~orgânico~ deve surtir algum efeito.Mas o fato é que o público foi atrás e pressionou. E a empresa caiu na pilha, postando um comprovante da NF do tal Sr. Francisco no Facebook. O que eu nunca, mas nunca mesmo, recomendaria a alguém.”
E não precisavam mesmo ter apelado para isso, pois já já cairá no esquecimento! 
Outros casos bem piores, com coisas estranhas dentro das caixas de sucos de soja 
(http://epocanegocios.globo.com/Informacao/Dilemas/noticia/2012/11/consumidora-encontra-gosma-estranha-em-embalagem-de-suco-de-uva.html);
O Toddynho com um lote que apresentava algo que ardia a boca das pessoas e causava náuseas (http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2014/08/1500977-empresa-faz-recall-de-lote-de-toddynho-com-problema.shtml);
Leites com soda cáustica, etc 
Todos já tiveram denúncias, notificações da ANVISA e continuam vendendo MUITO bem! Detalhe que alguns tiveram problemas recorrentes! E isso tudo também não caiu no esquecimento??? E ainda tem aqueles consumidores que nem ficarão sabendo disso e continuarão comprando acreditando no belo conto de fadas para produtos INDUSTRIALIZADOS. 
Siga nas redes sociais:
error

5 COMENTÁRIOS

  1. Oi, Alessandra, tudo bem?

    Fiquei muito feliz em ver referências do meu blog (Geek Publicitário) no seu texto.

    Espero que tenha gostado do conteúdo e que volte mais vezes e deixe sempre sua opinião.

    Um beijo!

  2. A maioria do povo têm a memória curta! Fazer storytellling, para mim, não muda em nada. Fulano, cicrano, beltrano podem ter falado que é bom e o caramba, mas se eu não gostar: caguei! Uma empresa tem que ser boa pelo produto e não somente pela propaganda!

    Beeeijos,

    Guilherme Ishii

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui