Como todos o começo foi complicado

Já passei por 3 cirurgias nesse tempo. Como todos o começo foi complicado, mas aos poucos fui me adaptando com medicações passei pela primeira cirurgia em 2005 devido a uma estenose e depois fiquei em remissão por quase 10 anos onde tive uma vida completamente normal, mas em 2015 as medicações começaram a perder efeitos e nada conseguia me ajudar. Foram 2 anos bem complicados com várias internações e acabei perdendo o emprego e tudo piorou.

Em setembro de 2017 fui internada e submetida a colocação da ileostomia temporária, foi a melhor coisa que me aconteceu, voltei a viver novamente, poder brincar com a minha filha e ter uma noite de sono não tem preço. Me adaptei facilmente com a ileostomia e nunca tive vergonha. Tenho uma família maravilhosa que me deu o maior apoio isso fez toda diferença.

Mais em outubro de 2019 saiu uma hérnia peri-estoma que torceu meu intestino e fui submetida a uma cirurgia de emergência onde teve uma perfuração do intestino e retirada de mais um pedaço e a troca do lado da ileostomia assim ela se tornava definitiva.

Sinceramente só tenha a agradecer por estar viva, tive uma segunda chance de viver, vi muitas pessoas morrerem sem ter essa chance.

Sou voluntária há 8 meses na associação dos ostomizados de SP no jornal mensal onde escrevo sobre superação isso tem feito toda diferença na minha vida.

Meu nome é Lilian, moro em São Paulo, tenho 39 anos, tenho doença de Crohn e sou altruísta. Meu perfil no Facebook @lilian.castro.5283 e no Instagram @lilian_castro81.

Conte sua história também!
Expressar tranquiliza-a-dor.
Compartilhe a sua história aqui.
Para ler os depoimentos clique aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui