Meu nome é Edina tenho 27 anos e essa é um pouco da minha história

Sempre fui uma pessoa com problemas para ir ao banheiro, os médicos diziam que eram hemorroidas, mas depois que tive minha primeira filha os problemas pioraram. Comecei a sentir muitas dores e diarreia de sangue com muco, isso várias vezes ao dia e de madrugada. Comecei a trabalhar fora e aí tudo desmoronou, porque comecei a não conseguir me segurar para ir ao banheiro e por isso tive que sair do serviço. Com muitas cobranças de familiares e amigos dizerem para eu procurar um especialista que não era só uma simples hemorroida, que era algo mais grave, fui atrás de um diagnóstico. Fui a um gastroenterologista que me pediu o exame de retossigmoidoscopia, ele suspeitava da doença de Cronh. Quando chegou o dia do exame em setembro de 2016 o médico que fez o exame  me disse que eu tinha uma doença inflamatória intestinal. Quando veio o resultado do exame deu Retocolite Ulcerativa (RCU).

Foram mais de 4 anos para ter um diagnóstico exato, fiquei meio sem chão. Um mês depois do diagnóstico fiquei grávida da minha segunda filha, foi uma gravidez conturbada porque piorei muito, sentia tanta dor , febre , perda de peso, anemia. Em abril de 2017  três meses antes do nascimento da minha filha a doença finalmente entrou em remissão até hoje. Hoje estou bem sem medicamentos, consegui amamentar minha bebê até hoje já são 11 meses, tenho um marido e duas filhas maravilhosas. Eu aprendi com a doença que nunca podemos desistir e que cada momento é valioso. Beijos a todos e que um dia tenhamos a esperança da cura.

Meu nome é Edina, moro em Joinville/SC, tenho 27 anos e sou do Lar. Meu perfil no Facebook: Edina Fernado Cordeiro.

Conte sua história também!

Expressar tranquiliza-a-dor. 

Compartilhe a sua história aqui

Para ler os depoimentos clique aqui

Siga nas redes sociais: