Meu nome é Kamila Rúbia, tenho 25 anos, sou portadora de Retocolite Ulcerativa, descobri a doença em fevereiro de 2014.

No início foi um impacto, estava estudando, fazendo faculdade no quarto período, sem muito tempo pra pensar em mim, pois tinha que trabalhar. No início comecei com sulfassalazina, mas não teve resultados, no final de 2014 já tinha trocado o medicamento é estava um pouco melhor. Em 2015 tive muitas internações, mesmo diante de muito obstáculos eu ainda continuava a estudar, mas tive que afastar do emprego. Comecei com os biológicos, em uma das internações descobri que não tinha resposta ao tratamento e que eu era corticodependendo, no final de 2015 iniciei com infliximabe, mas tive a notícia que teria que operar. Tive que tratar na Capital, pois moro no interior e não tem especialista pelo SUS na minha cidade. Em julho de 2016 foi a minha primeira cirurgia, tirei todo o intestino grosso, preservou apenas o reto, e fiquei com uma ileostomia e uma fístula mucosa. Mesmo ostomizada não desisti de continuar a viver, já estava no 9º período da faculdade, mesmo fraca e ostomizada continuei seguindo.

Esse ano eu me formei, fiz a reversão em agosto, e consegui participar de todas comemorações da faculdade. Hoje estou bem, ainda sigo o tratamento, pois ainda tenho o reto infeccionado e descobri uma artrite idiopática.

Aprendi muitas coisas com a doença, aprendi a me superar, além disso ganhei uma nova família que a associação que eu faço parte. Tenho muitas amigas que reparte comigo os desafios da doença. Ganhei uma nova mãe, a minha faleceu em 2009. Agradeço muito a Deus por ter conseguido vencer e mais ainda pelas pessoas que eu passei a ter e conhecer.

E deixo uma frase: Sempre haverá uma forma de superar!

Parabenizo a Alessandra que é um amor de pessoa e está junto com a gente nessa caminhada.

Meu nome é Kamila, sou de Coronel Fabriciano/MG, tenho 25 anos sou Secretária, tenho Retocolite Ulcerativa, meu perfil no Facebook: kamilla.rubiafernades

Conte sua história também! Expressar-se tranquiliza a dor.
Compartilhe a sua história aqui.  Para ler os depoimentos clique aqui.

5 COMENTÁRIOS

  1. Boa noite faço tratamento a 1ano com mesalazina 800gr sem muita melhoras com remédio.só agora estou melhor porque não como nada lácteos fruta ácidas e estou tentando tirar o açúcar pois tem faz mal.tenho tomado água de arroz você ferve a água que lava o arroz e toma durante o dia é ótimo espero ter ajudado bjs

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui