Uma publicação científica de cinco profissionais do Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV) contribuiu para demonstrar a importância da atuação farmacêutica para melhoria do quadro geral de saúde da população, para o acesso e uso racional de medicamentos e para a redução de gastos públicos.

Os autores, profissionais do Setor de Farmácia Hospitalar do hospital da Universidade Federal do Amazonas, foram homenageados ao receberem uma placa concedida pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF), por meio de seu Grupo de Trabalho sobre Saúde Pública.  O relato, cujo título é “Farmácia clínica no manejo de antimicrobianos: preparo, administração e uso racional em um hospital universitário de Manaus”, foi publicado em um periódico do CFF. Foi o único relato do Norte do país a constar na edição de dezembro de 2016.

“A complexidade dos ambientes hospitalares frequentemente possibilita observar eventos adversos relacionados ao uso de medicamentos. Considerando isso, as instituições devem criar mecanismos para padronizar a administração de medicamentos, tendo sempre como foco a segurança do paciente”, diz Bruna Rodrigues, chefe do Setor de Farmácia Hospitalar.
O relato é fruto de um projeto de extensão entre o HUGV-Ufam, unidade filiada à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), e a Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Ufam (FCF-Ufam), com o objetivo de padronizar a administração de antimicrobianos, tendo sido executado nas seguintes etapas: treinamento dos integrantes, auditoria interna, elaboração de guia de preparo e administração de antimicrobianos injetáveis e treinamento dos profissionais de saúde nas clínicas.
Os resultados do projeto contribuíram para a revisão anual do “Guia de Preparo e Administração de Antimicrobianos Injetáveis do HUGV – 2017” e para as novas rodadas de treinamento nas clínicas, que serão realizadas a partir do dia 12 de setembro. A expectativa é que participem mais de 300 profissionais em saúde.
Além de Bruna Rodrigues, participaram da produção do relato Alexandre da Soledade, Gabriel de Souza, Igor Magalhães e Mirian de Oliveira. Acesse aqui.
Sobre a Ebserh
Desde novembro de 2013, o HUGV-Ufam é filiado à Ebserh, estatal vinculada ao Ministério da Educação, que administra atualmente 39 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.
O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.
Fonte: EBSERH

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui