Entender a necessidade e os benefícios da construção de uma ostomia contribui com a aceitação

Querer estar vivo já seria motivo suficiente para a aceitação positiva da ostomia, mas nem sempre esse processo é tão simples. Mudanças no corpo promovem sentimentos que muitas vezes não sabemos gerenciar e a cobrança pelo corpo perfeito tem sido um fator de grande ansiedade para as pessoas.

As mudanças no nosso corpo podem acontecer por diversos motivos, pela idade, ganho ou perda de peso, atividade física, por cirurgia… e aqui começamos a nossa conversa sobre ostomia e aceitação. Para alguns que já passaram pela cirurgia, o mais difícil não é se adaptar à ostomia, mas sim lidar com o preconceito.

Além do preconceito externo a pessoa ostomizada pode acabar criando uma autodefesa antecipada à rejeição que ela pressupõe que irá sofrer pelos outros. Por isso a importância de dois profissionais para ajudar nesse processo de aceitação, o Estomaterapeuta e o Psicólogo.

Para muitos a construção de um estoma traz uma nova perspectiva de vida, uma nova oportunidade de estar vivo, livre das dores e dos problemas que o fizeram chegar à cirurgia. Damaris Morais, que é minha convidada para a Live Farmale amanhã, quinta-feira dia 4, comentou sobre a foto que acompanha esse post – “Essa foto foi num dia tão, mas tão feliz, e foi por causa da ostomia que vivi esse dia. Aceitação + Gratidão = Felicidade”

O que me despertou a vontade de fazer essa live, foi justamente uma notícia que saiu terça-feira dia 2, nos jornais internacionais sobre um homem que pedia pela eutanásia. O caso já foi para uma audiência para que seja decidido judicialmente.

A Live Farmale poderá ser assistida nos perfis do Instagram:

@Farmaleachouwww.instagram.com/farmaleachou/
@Damarismoraispsiwww.instagram.com/damarismoraispsi/
Dia 4 de junho às 19 horas

O homem já havia passado por uma cirurgia intestinal e usava um estoma que seria provisório, mas por complicações passou por nova cirurgia para a criação de um estoma permanente. Sua família relata que ele odiava ser ostomizado, que ele se preocupava em como conseguiria um emprego, como conseguiria uma mulher. E sua família diz apoiá-lo, pois não é o que eles querem, mas sim o que o filho deseja.

Após ler essa notícia resolvi convidar a Damaris Morais para uma live no Instagram, pois além de ter uma ostomia há 20 anos, ela é Psicóloga, muito bem engajada e empoderada em questões que envolvem as ostomias.

Um assunto tão delicado como esse da notícia merece que a conversa seja com um profissional que entenda dessa vivência que esse homem está passando. Assim como um olhar também profissional para o posicionamento da sua família e até mesmo da bioética do caso.

Para ler sobre a notícia:
Barnsley hospital stoma patient’s right to die
South Yorkshire mum asks judge to allow son to die

Você conhece a Cartilha da Mulher Ostomizada? Acesse aqui: www.farmale.com.br/cartilha-da-mulher-ostomizada-7a-edicao/

Leia o depoimento da Damaris Morais: www.farmale.com.br/quero-superviver/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui